Diálogos de natal

Aproximamos de mais um final de ano! digo-lhes, porventura sem a mesma centelha habitual. Sim, hoje é dia 16 de dezembro, por isso faz sentido que nos estejamos a aproximar de mais um final de ano, refere Júlio (nome fictício). É sempre o primeiro, faz questão disso. Está o quê hoje?, pergunta-me Eva (nome fictício). Não sei o que está. Não consigo perceber, mas está alguma coisa, não está?, continua insistente. Tem sido um ano difícil, respondo-lhes. Só este?, retorquiu Manuel (nome fictício). Sim, realmente, diz Carlos (nome fictício). Ainda o ano passado, quando alguns de nós entraram na Universidade foi um ano bem difícil, continua Carlos. E quando há dois anos a Eva decidiu ir viver sozinha!?, refere Ângela (nome fictício). O que dizer de todas aquelas situações?, reforça um pouco mais. Compreendo o que dizem!, refiro num tom porventura paternalista. Por isso mesmo não percebo porque refere que este tem sido um ano difícil?, questiona-me Eva. Continuo sem perceber o que se passa consigo!, insiste. O Júlio, a Eva, o Manuel, o Carlos e a Ângela, pertencem a um grupo terapêutico. São todos adultos com Perturbação do Espectro do Autismo. O diálogo anteriormente descrito e ficcionado por mim não deixa de estar perto daquilo que é uma realidade de muitas pessoas no Espectro do Autismo. Talvez pudesse ter dito que neste ano, os desafios e as dificuldades foram significativamente maiores para todos nós. Sendo que para as pessoas com Perturbação do Espectro do Autismo, estes mesmos desafios e dificuldades foram ainda maiores. Foram mais as portas que se fecharam, e porventura as janelas que ainda demoram a abrir. Estamos conscientes dos desafios e do caminho que há a percorrer. Sabemos que a inclusão e a celebração da neurodiversidade é o caminho. E sabemos também que essa meta será mais facilmente alcançada com o envolvimento de todos, sejamos neurodiversos ou neurotipicos, profissionais de saúde envolvidos ou não no Espectro do Autismo, Educadores, Professores e Pais. A mensagem de esperança, até porque no Natal há sempre uma mensagem de esperança, está em nós. Essa é a esperança. Saber que qualquer um de nós pode ajudar a transformar o Mundo do Outro num lugar melhor. Não sabe como o fazer? Não tem problema, nós ajudamos. E para todos vocês, aqueles que foram seguindo o projecto Autismo no Adulto mais um ano. Sejam aqueles que foram mais activamente participando, comentando e partilhando. Mas também aqueles que foram estando em silêncio, e que nós sabemos que também foram sentindo. Para todos desejos de um Santo Natal.


25 views0 comments

Recent Posts

See All

Informação útil:

©2018 by Autismo no Adulto. Proudly created with Wix.com